“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades” e, com o passar dos anos, tem-se vindo a registar um aumento significativo do número de casos de cancro associados à má alimentação.

Comer por prazer,
Escolhas alimentares baseadas apenas na satisfação momentânea,
Comer para produzir energia,
São estas as principais razões que nos levam a comer.

O desinteresse das sociedades a respeito da natureza da sua alimentação e a degradação dos seus hábitos alimentares tem um impacto direto na saúde das populações e vários estudos apontam a má alimentação como uma das causa para a proliferação da doença oncológica.

NUTRITERAPIA, pela excelência dos alimentos!

 Escolher bem os alimentos,
Ter em atenção as propriedades de cada um dos alimentos,
Usar os alimentos como aliados na prevenção do cancro,


A Nutriterapia é uma terapia que tem por objetivo travar o aparecimento do cancro, e que defende que os inibidores naturais contidos nos alimentos permitem compensar as carências hereditárias ou as causadas pelos maus hábitos alimentares.
Pesquisas efetuadas nos últimos anos conseguiram colocar em evidência o facto de que grande número de plantas e alimentos que fazem parte do quotidiano alimentar de várias culturas são fontes excecionais de moléculas com capacidade para interferir em determinados processos de expansão do cancro de forma semelhante ao modo de ação dos vários medicamentos usados hoje em dia.
Longe de ser uma terapia alternativa, a Nutriterapia assume-se como um instrumento complementar que promove o consumo acrescido de alimentos ricos em moléculas anticancerígenas o que nos reconduz à questão da procura de novas possibilidades de intervenção terapêutica recorrendo a um leque de ofertas de origem natural.
Evitar o cancro pela alimentação significa fazer um tratamento de quimioterapia não tóxica diariamente, usando as propriedades dos alimentos para combater o cancro na sua origem, antes de ele chegar à maturidade e tornar-se como uma ameaça ao bom funcionamento do organismo.

Quais os alimentos que são verdadeiros aliados na prevenção do cancro?

Vamos dar-lhe a conhecer quais são os mais poderosos!

Ref. Bibliográfica:
“Os Alimentos Contra o Cancro”
Richard Béliveau & Denis Gingras
Hospital Sainte-Justine e Universidade do Québec de Montréal

Privacy Preference Center

Funcionalidade

Armazenam informação relativa ao autor de comentários nos artigos e o valor da preferência do utilizador relativa ao idioma.

comment_author_{HASH},comment_author_email_{HASH},comment_author_url_{HASH}, qtrans_front_language

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?