Medicina Chinesa

A Medicina Tradicional Chinesa engloba várias técnicas que complementam o tratamento de acupuntura, entre elas acupuntura, fitoterapia chinesa, moxabustão, ventosaterapia, auriculoterapia, dietética chinesa, e chi kung (qigong) terapêutico.

$

Fitoterapia Chinesa

Aconselhamos o acompanhamento por um profissional especializado, uma vez que a fitoterapia como qualquer outra medicação tem os seus efeitos secundários e interações medicamentosas.
$

Moxabustão

Consiste na combustão de uma erva (Artemisa) junto aos pontos energéticos localizados nos meridianos da acupuntura. A aplicação do calor produzido pela moxa remove bloqueios de energia que obstruem o seu fluxo pelos meridianos, eliminando a humidade e o frio que promovem disfunções no organismo. Está indicado para várias doenças, tais como artrite, artrose, fibromialgia e lombalgia.
$

Ventosaterapia

Consiste na aplicação de ventosas com vácuo no sentido de estimular a circulação da energia Yin/Yang. O poder de sucção exercido sobre os tecidos tem a particularidade de os estimular e, sobretudo, drenar o fluido sanguíneo, eliminando as toxinas e libertando-o de impurezas, desbloqueando a energia estagnada nos pontos e meridianos. A ventosaterapia pode ser utilizadas para uma ampla variedade de problemas, sendo indicada para estimular a circulação da energia vital, combater a estagnação sanguínea e aliviar dores musculares. Trata-se de um método não invasivo, indolor, de fácil aplicação e, acima de tudo, eficaz.
$

Auriculoterapia

É uma técnica de diagnóstico e tratamento baseada no pavilhão auricular (orelha). Este é uma parte muito importante do corpo humano, pois constitui um micro sistema, capaz de funcionar como um receptor de sinais de alta especificidade, podendo reflectir todas as mudanças fisiológicas dos órgãos, membros, tronco, tecidos, etc.
$

Dietética Chinesa

Prescrição de uma alimentação adequada a cada paciente dependendo do seu quadro clinico de Medicina Tradicional Chinesa.
$

Chi Kung (QiQong) Terapêutico

Qigong é a arte de desenvolver a energia vital, com o objetivo de estimular e reforçar o fluxo natural de energia do corpo humano, de forma a beneficiar a saúde, a vitalidade, a mente e o espírito. É a habilidade que permite cultivar a mente e o corpo através de exercícios, que integram harmoniosamente três aspectos fundamentais: corpo, mente e respiração.