A diabetes é uma doença silenciosa, o que significa que geralmente, se não forem feitos exames médicos, a pessoa pode não ter consciência de que tem esta condição.

A diabetes caracteriza-se pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue, a hiperglicemia. A hiperglicemia (açúcar elevado no sangue) no caso da Diabetes, deve-se em alguns casos à insuficiente produção, noutros à insuficiente ação da insulina e, frequentemente, à combinação de ambos os fatores.

De acordo com o Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes, cerca de 44% das pessoas ainda não terá sido diagnosticada com a doença.

Há uma diferença estatisticamente significativa no predomínio da diabetes entre os homens (15,9%) e as mulheres (10,9%). Verifica-se ainda a existência de um considerável aumento da prevalência da doença com a idade, mais de um quarto das pessoas entre os 60-79 anos tem diabetes.

Os principais fatores de risco para o desenvolvimento da Diabetes são:

  1.   Excesso de peso e obesidade
  2.   Ingestão de açúcar e gordura em excesso
  3.   Sedentarismo
  4.   História familiar e herança genética
  5.   Alcoolismo
  6.   Pré-Diabetes
  7.   Diabetes gestacional prévia
  8.   História de doença cardiovascular prévia

Para tal a prevenção da diabetes, para quem tem um ou mais fatores de risco, e que não tenha a doença, passa por adotar um estilo de vida mais saudável e consultar o médico, fazendo exames de diagnóstico, regulares.

Para quem tem o diagnóstico de Diabetes, o controlo da doença é um fator igualmente importante, para uma maior qualidade de vida.

 

  • Adotar uma Vida Saudável:
    • uma alimentação equilibrada
    • praticar exercício físico regularmente
  • Controlar a Diabetes:
    • avaliar periodicamente os níveis de glicémia no sangue
    • controlo da hipertensão arterial e da dislipidémia
    • vigilância periódica dos órgãos mais sensíveis (retina, nervos, rim, coração, etc)
    • tomar a medicação, quando prescrita pelo médico